14 setembro 2010

Meus Amigos Missionários

Missionários não são pessoas atoas. Não são pessoas que não tinham nada para fazer e resolveram fazer algo. São pessoas, muitas vezes, com profissão definida, bem empregadas, formadas etc. mas que resolveram abrir mão de tudo para cumprir o chamado do Senhor.

Compartilho neste momento um pouco da história de meus amigos, professores, líderes que um dia estiveram do meu lado e hoje estão distantes, fazendo a obra. Longe da família, dos amigos, da estabilidade financeira... mas que são protegidos por Deus e amado pelos seus pela coragem e dedicação ao Reino!

São eles: Michele Winckler, Paulo Davi & Rosana, Adriana & Welington, e Rafael Mathias. Falemos um pouco de cada um:

Michele Winckler

Conheci Michele desde pequeno. Foi exemplo para mim nos tempos de adolescentes e jovens. Fizemos cursos “juntos” no CEI Quintino (ela fazia um curso diferente do meu, mas íamos juntos). Trabalhamos juntos no trabalho de culto nos lares que realizávamos todas às segundas-feiras.

Mas DEUS A CHAMOU: Um dia, num mês de missões, atendendo ao apelo do pregador, ela foi até a frente e a partir dali Deus a levou para longe de nós... Foi para São Paulo fazer um curso de missões pago pela IBNF-VK, “estagiou” alguns meses no Uruguai, apoiando uma igreja de lá, e depois voltou para o curso em São Paulo. Não concluiu o curso até o final, mas ela e seu atual esposo preferiram abrir mão do diploma do curso, que faltava alguns meses para acabar e foram para o interior de São Paulo, casaram e começaram a trabalhar no campo, implantando igrejas, estruturando-as e partindo para outro local. Isso é o que Deus tem feito através deles. A sua filha se chama Sara Evelin e atualmente estão dirigindo uma Igreja em Jaú, em meio aos escorpiões do local.

Paulo Davi e Rosana

Paulo Davi foi líder de mocidade da IBNF-VK por dois anos. Participei do segundo ano de sua liderança ali. Rosana era professora das crianças na Escola Dominical de outra classe, mas cheguei a ter aulas com ela. Rosana participava do grupo de jograis da igreja. Além disso, eram envolvidos com os demais trabalhos da igreja.

Mas DEUS OS CHAMOU: Quando emancipamos uma congregação em Vila Metral, no mesmo bairro, eles para ali foram apoiar o pastor Alexandre e de lá foram enviados para fazer um curso de missões em São Paulo também. Na época, eles tinham acabado de construir casa, ele trabalhava e tiveram que abrir mão de tudo! Fizeram um estágio no “México”. Agora, depois do curso, estão em Cabo Verde, São Vicente, na África e possuem dois filhos: João e Daniella. Como é proibido a pregação do evangelho, por ser um país mulçumano, Paulo Davi foi para lá como treinador de futebol tendo que, antes de ir, fazer um curso técnico aqui para isso.

Adriana e Welington

Adriana “cresceu” comigo na IBNF-VK. Digo cresceu porque já cheguei ali com 13 anos, mas tivemos algumas experiências juntos nos mesmos departamentos. A sua casa, na Vila Aliança, por um tempo, foi utilizada como ponto de pregação de nossa igreja, mas, na emancipação da IBNF-Vila Metral, ela e seu atual esposo também foram para lá.

E DEUS OS CHAMOU: Hoje eles fazem missão Teresina de Goiás, com o povo Kalunga, que são cinco mil pessoas descendentes de escravos isoladas no maior quilombo do Brasil. A missão deles hoje é cuidar das igrejas que foram abertas nas regiões de Ema, Limoeiro, Vão de Almas, e Pé da Serra. No começo tinham que andar por muitas horas até chegar nos locais de culto, mas depois ganharam uma moto e recentemente ganharam um jipe. Tanto a moto quanto o jipe estão com defeito, na oficina, pois o percurso é muito difícil, passando por rios e estradas não asfaltadas, cheias de pedras e bur acos. Algumas dessas igrejas estão em condições precárias, com tetos quase desabando, mas eles ali estão com amor, em meio às cobras e outros animais selvagens do local. Seus filhos são: Asafe e Sâmela.

Rafael Mathias

Rafael é irmão de Paulo Davi. Confesso que se parecem tanto que as vezes até confundia... mas ele é mais novo. Ele era membro da IBNF-VM quando DEUS O CHAMOU...

Por cauda do curso de inglês, foi convidado a estudar na Inglaterra, onde se envolveu com uma escola inglesa que prepara e envia mais de 80 missionários por ano (YWAM - Youth with a mission). Sem recursos de permanecer lá, alguém pagou seu curso no valor de pouco mais de 3.000 libras, mais de 10.000 reais na época. Depois co curso, foi recrutado para trabalhar na liderança da DTS (Discipleship Training School) e, por esta escola, foi para Espanha e Itália. Com dificuldades de sustento, foi para o Oriente Médio em agosto/2010 e está lá até hoje pregando na fronteira entre Libano e Israel, visitando famílias e orado por elas, evangelizando crianças, distribuindo folhetos para turistas da Síria e Arábia Saudita, povo que odeia-nos e mata os crentes!

Oremos por essas vidas! Se puder ajudá-los, ajude-os com o que puderem! Eles têm ganho muitas almas para Cristo, abrindo igrejas, discipulando vidas e preparando outros missionários...

Bom, em nossa igreja tivemos mais algumas pessoas que fizeram missões, como por exemplo, o pastor Joel que, por causa do quartel, foi para a África também e ali pregou o amor do Senhor, sem falar em cada estado do Brasil que a Marinha o tem levado e ele tem pregado o evangelho de Cristo e fortalecido as igrejas por onde passa com sua pregação tão ungida e estimulante. Saudades!

Fazer missões é muito mais do que imaginamos. Visitar presídios, azilos, orfanatos, centros de recuperação de viciados, moradores de rua etc. Tudo isso é fazer missões. Você precisa fazer algo. Igreja não é a reunião de um povo que canta e fala sobre a Bíblia. Igreja vem do grego ekklesia e significa: “chamados para fora”. O ensino da Palavra nas igrejas tem que ter o intuito de preparar-nos para pregar o Evangelho aqui fora no mundo e, ao vermos as maravilhas do Senhor na terra, cantarmos em Sua adoração!

E Pedro começou a dizer-lhe: Eis que nós tudo deixamos, e te seguimos. E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna. Marcos 10:28-30

4 comentários:

Cantor Góspel (GM-RIO)Jorge Mathias disse...

Fiquei muito feliz ao ler esses relatos de meus irmãos Paulo David e Rafael Mathias e observar que a cada dia eles tem tido um excelente progresso espiritual e isso é suficientemente essencial e que a cada dia eles possam ganhar muitas e muitas almas para o nosso Senhor Jesus e parabéns também para o nosso irmão Joel, Wellington. Que Deus vos abençoe com as mais selecionadas bênçãos dos altos céus. Um abraço do irmão e cantor góspel Jorge Mathias.

Mathias Mathias disse...

A nossa maior alegria é ter a certeza da salvação de nossas almas, pois, o nosso Senhor Jesus morreu para nos dar a vida e ressuscitou e subiu aos altos céus e intercede por nós a Destra de Deus e um dia ele virá nos arrebatar porque ele é fiel para sempre!!!!!!!

Anônimo disse...

A nossa maior alegria é ter a certeza da salvação, porque o nosso Senhor Jesus pagou um alto preço e morreu para nos dar a vida e ressuscitou e subiu aos altos céus e intercede por nós a Destra de Deus e um dia ele virá nos arrebatar e para sempre viveremos com ele nos céus, Deus é fiel para sempre!!!!!!!

Mathias Mathias disse...

A nossa maior alegria é ter a certeza da salvação de nossas almas, pois, o nosso Senhor Jesus morreu para nos dar a vida e ressuscitou e subiu aos altos céus e intercede por nós a Destra de Deus e um dia ele virá nos arrebatar porque ele é fiel para sempre!!!!!!!